Assembleia Legislativa realiza sessão especial para discutir fechamento de coletorias na região de Sapé

A Assembleia Legislativa da Paraíba atendeu pedido do deputado Frei Anastácio e transformou a sessão ordinária, desta terça-feira (27), em sessão especial para discutir o fechamento da coletoria de Sapé pelo governo do estado. “O fechamento atingiu os municípios de Mari, Sobrado, Riachão, parte de Caldas Brandão Capim e Sapé. Ao todo, o govenador fechou 25 coletorias na Paraíba. São 12 coletorias e 13 agências”, disse Frei Anastácio.

A vinda de representantes de sindicatos rurais, ONGs, trabalhadores rurais, ONGs, mototaxistas, contabilistas, comerciantes e pequenos empresários foi fruto de reuniões realizadas em Sapé, com participação dos deputados Frei Anastácio e Anísio Maia.

            Os participantes fizeram vários discursos mostrando a insatisfação que eles estão tendo com a decisão do governador, em fechar as coletorias. Eles anunciaram que entre as ações de protesto que irão adotar, de agora em diante, será um protesto na BR-230, entre João Pessoa e Campina Grande, na entrada para Sapé e outra manifestação na estrada estadual que liga Sapé a Cruz do Espírito Santo. Essa manifestação está prevista para sexta-feira.

            Para o deputado Frei Anastácio, é preciso que o governador reveja essa posição que só causou prejuízo ao povo. “Tem muitos comerciantes e agricultores que necessitam das coletorias para suas transações comerciais. Com as coletorias fechadas, um comerciante de Sapé, por exemplo, tem que se deslocar até Santa Rita para tirar uma nota fiscal. Essa viagem custa R$ 40 reais para cada pessoa que precisar se deslocar, sem falar no tempo perdido para o deslocamento”, disse o deputado.

           Também foi formada uma comissão para solicitar audiência com o governador Ricardo Coutinho e depois do termino da sessão, deputados e os representantes dos movimentos foram até o palácio da redenção, para entregar um abaixo assinado, pedindo a reabertura da coletoria do Município de Sapé. “Os representantes da cidade de Sapé já estão tentando conseguir essa audiência há vários dias e não receberam nenhuma atenção do governador. Esperamos que agora, com a intervenção da Assembleia, ele receba a comissão que terá a presença de deputados”, disse Frei Anastácio.

Leia também