Delegados do GOE agradecem homenagem de Frei Anastácio

Frei Anastácio

Os delegados do Grupo de Operações Especiais (GOE), da Polícia Civil, Allan Murilo Barbosa Terruel e Karina de Alencar Torres enviaram mensagens de agradecimento ao deputado estadual Frei Anastácio (PT), pelo voto de aplaudo apresentado por ele a todos os componentes do GOE, na Assembleia Legislativa.  “É com muita honra e orgulho que recebemos os votos de aplauso do Deputado Frei Anastácio. Questão não está apenas no aplauso, mas por quem ele vem”, disse Terruel em mensagem de agradecimento.

A delegada Karina de Alencar Torres também enviou mensagem de voz agradecendo a propositura do deputado, que foi aprovada por unanimidade pela Assembleia Legislativa. “Estou muito feliz em saber que a nossa propositura foi recebida com muito carinho e agradecimento pelos delegados Allan Murilo Barbosa Terruel e Karina de Alencar Torres e os agentes do GOE”, disse Frei Anastácio que está em casa de licença médica se recuperando de um infarto.

A mensagem do delegado Allan Torruel, na íntegra diz o seguinte: “É com muita honra e orgulho que recebemos os votos de aplauso do Deputado Frei Anastácio. Questão não está apenas no aplauso, mas por quem  ele vem… Frei Anastácio é um homem voltado à defesa dos direitos humanos, desenvolvendo um histórico de lutas com um perfil “próprio e único” que exterioriza a coerência e dignidade de todas as suas bandeiras. O reconhecimento do trabalho do GOE vem na melhor hora!Agradeço demais! Muito orgulho no reconhecimento e na divulgação de nossa unidade da Polícia Civil!”,disse o delegado.

Segundo Frei Anastácio, a Assembleia Legislativa da Paraíba aprovou voto de aplauso pelos 23 anos de criação do Grupo de Operações Especiais (GOE), e pelo ótimo trabalho desenvolvido pelos delegados e agentes da Polícia Civil no bom cumprimento do dever de proteger a sociedade paraibana.

“O GOE merece todo nosso respeito e admiração por todo o trabalho que vem realizando. Esse voto de aplauso é uma forma de alertar as autoridades que esses policiais precisam de reconhecimento e mais apoio e, ao mesmo tempo, mostrar para a sociedade que temos policiais preparados, honestos e dedicados nesse Grupo”, destacou Frei Anastácio.

Fundação do GOE

Criado em 1995 no Estado da Paraíba, o Grupo de Operações Especiais surgiu com objetivo de atuar em situações excepcionais. No ano de 2005 foi realizado o primeiro Curso de Operações Táticas Especiais – COTE – para selecionar, treinar e capacitar os policiais para atuarem em situações de risco, credenciando o GOE como o grupo tático da PCPB. O segundo e terceiro COTE foram realizados em 2007 e 2013 respectivamente.

                O Grupo de Operações Especiais integra a Polícia Civil e está diretamente subordinado à Delegacia Geral. O GOE é uma unidade especializada de apoio operacional para pronto emprego nas situações em que as demais unidades policiais necessitem de reforços e, especialmente, nas investigações em que o Delegado Geral designa o GOE para atuar em caráter especial.

                 O GOE realiza treinamentos constantes na Academia de Polícia (Acadepol) para capacitação de seus integrantes. Ao longo de seus 23 anos, tem atuado em operações especiais de combate à corrupção, sequestro, enfrentamento de organizações criminosas, tendo como vocação a atuação em flagrante através do franco enfrentamento à criminalidade violenta.

Leia também