Deputado denuncia que buracos em estrada no Agreste coloca em risco vida da população

“A vida de quem transita pela PB 095, que vai da BR 230 até o município de Massaranduba, passando por Serra Redonda, no Agreste, está em risco por causa dos buracos da estrada”, denunciou o deputado estadual Frei Anastácio (PT), hoje (22) no plenário da Assembleia Legislativa, alertando que além dos buracos, a rodovia não tem acostamento nem sinalização vertical.

Para o parlamentar, os motoristas que trafegam pela rodovia correm risco de morte duplamente, tanto por causa dos buracos que podem gerar acidentes quando os mais cuidadosos que reduzem a velocidade, são alvos de bandidos. “A buraqueira coloca em risco a vida dos motoristas daquela região, tanto por causa da dificuldade de dirigir quanto à necessidade de reduzir a velocidade e ser alvo de bandidos”, ressaltou.

O parlamentou destacou que aquela rodovia é de suma importância para a região. São mais de 18 km de extensão que precisam de reparos urgentes para que o pior não aconteça. “Estamos enviando ofício para o DER e apelo ao governo do estado para que as providências sejam tomadas para recuperar o asfalto, bem como o acostamento e a sinalização”, declarou Frei Anastácio.

Visita ao Incra NacionalViagem a Brasília

Frei Anastácio também registrou, no plenário da Assembleia, audiências que manteve em Brasília na semana passada. O deputado disse que esteve no Ministério do Planejamento, no ministério do Desenvolvimento Agrário e na sede do Incra.

“Fomos entregar uma pauta de reivindicações dos servidores do Incra na Paraíba, que estão lutando pela reestruturação de suas carreiras. Esses servidores estão com defasagem salarial de 40%, em relação a outros órgãos federais semelhantes, a exemplo do Ibama. Já recebi resposta aos pleitos encaminhados, notificando que o assunto já se encontra em estudo”, disse Frei Anastácio.

O parlamentar também esteve na Ouvidoria Agrária Nacional do Incra, em Brasília, onde foi discutir os conflitos agrários no estado. “Temos atualmente três conflitos em nosso estado que precisam ser resolvidos. Um na fazenda Paraíso, em Pilar, e dois em Mogeiro nas fazendas Paraíso e Fazendinha. Obtivemos a garantia de que o ouvidor Agrário Nacional virá à Paraíba no início de Agosto para tentar resolver esses conflitos”, afirmou o deputado.

Leia também