Deputado diz que cortes do Governo Federal em PAA prejudicam 1,6 milhão de paraibanos

Agricultores familiares paraibanos estão preparando denúncia ao Ministério Público Federal, sobre os cortes drásticos de 85% nos recursos destinados ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na Paraíba. O problema foi relatado, hoje (02/8), pelo deputado estadual Frei Anastácio, na tribuna da Assembleia Legislativa.

Segundo o deputado, o Governo Federal cometeu um “assassinato’ do PAA, que é considerado um dos mais importantes programas já implantados no Brasil. Só na Paraíba, esse programa levava alimentos de boa qualidade para 1,6 milhão de pessoas na rede socioassistencial. “Além disso, beneficiava quase duas mil famílias de agricultores familiares que produziam direto para a Conab e vendiam a produção sem a figura de atravessadores”, disse o deputado.

O parlamentar relatou que, este ano, a Conab recebeu projetos que somaram R$ 18 milhões. Mas, o orçamento é de apenas R$2,3 milhões. “Esse valor não é nada diante do que vinha sendo realizado. Isso representa um corte de 85 por cento no orçamento destinado ao nosso estado. Na Paraíba, desde 2011, os recursos para o PAA só vinham aumentando.Em 20111,por exemplo, o programa destinou cerca de R$9 milhões para nosso Estado, e chegou, em 2015, com recursos de R$15,3 milhões  para a aquisição de alimentos, na Paraíba”, informou o deputado.

Frei Anastácio afirma que, de acordo com dados do próprio governo, assim que o presidente golpista assumiu o poder, o valor já caiu em 2016 para pouco mais de R$12 milhões. E este ano, veio o atestado de óbito do programa, com essa redução para apenas 2 milhões e 300 mil reais.Dos mais de 100 projetos que chegaram na Conab, apenas 19 foram selecionados.

“Esse assassinato do programa prejudica os agricultores familiares e deixa de levar alimentos de qualidade a mais de um milhão de pessoas. Os trabalhadores estão desesperados. Enquanto o golpista corta recursos para os pequenos, beneficia o agronegócio. Esse golpe no programa atingiu todo o Brasil. Para se ter uma ideia, em 2011, o governo do PT destinou quase R$ 363 milhões para o PAA, em todo o país.

Este ano, o governo golpista liberou apenas R$ 38,5 milhões para todo o país. Realmente, esse desgoverno Temer conseguiu assassinar esse programa que ajudou o Brasil a sair do Mapa da fome Mundial. Ele quer que o povo volte a passar fome, retorna para a miserabilidade, sem ter nenhuma refeição digna durante o dia”, lamentou.

Leia também