Deputado diz que governo Temer quer amordaçar mídia

O deputado estadual Frei Anastácio (PT) criticou a censura imposta pelo governo Temer, contra a grande mídia, no caso da divulgação dos fatos que envolvem o celular hackeado da primeira dama, Marcela Temer. “O feitiço virou contra o feiticeiro. A mídia que fez de tudo para levar o golpista ao poder, agora está amordaçada por ele”, afirmou o deputado.

O parlamentar lembrou que estava tudo correndo em segredo de justiça, mas recentemente foi divulgado o conteúdo desse material que teria sido encontrado no celular da primeira dama. “Na época, em 2016, quando aconteceu tudo, o Hacker ameaçou que existia um áudio que jogaria a vida do presidente na lama, e justamente estava em curso o plano de Jucá e de integrantes da direita para concretizar o golpe contra Dilma. O que é que realmente está por trás dessa afirmação? Por que não se pode ouvir esse tão falado áudio. Com certeza, era uma bomba que foi apagada para que um plano maior continuasse a ser executado”, afirma o deputado.

O petista registrou que agora a imprensa reclama a existência de uma ordem judicial proibindo qualquer divulgação sobre tema. “Realmente, impedir a divulgação dessas informações é inconstitucional. Quem deve ser impedido é quem roubou essas informações. Mas, a mídia, segundo a prerrogativa do direito de liberdade de imprensa, pode divulgar as informações porque prevalece o interesse público. O juiz determinou multa para quem divulgar esses dados no valor de R$ 50 mil”, relatou.

Frei Anastácio afirmou ainda que da mesma forma que Lula foi queimado quando se cogitou a possibilidade dele se tornar ministro, esse fato não é semelhante, é na verdade exatamente igual. “Ou seja, nesse governo existem dois pesos, duas medidas. O próprio juiz da Lava Jato vazou áudios de ligações telefônicas de Lula com a Presidente da República, mesmo depois de encerradas as investigações que eram sigilosas. E o que aconteceu com a mídia que divulgou? Nada.” Afirmou.

O parlamentar relatou que o próprio Eduardo Cunha já afirmou, segundo o site do UOL, que quem mandava nos cargos da Petrobras era Michel Temer. “Fica claro que há muito mais por debaixo dos panos. Volto a dizer que é importante a imprensa perceber quem colocou no poder. A mídia que levou o governo golpista ao poder está sendo censurada. Não permitam que esse governo faça o que quiser com a vida de vocês. Se continuar assim, teremos sérios prejuízos no futuro. Temos muito para fazer e vamos mostrar nossa indignação nas urnas”,concluiu o deputado, que falou sobre o assunto na tribuna da Assembleia durante a semana.

Leia também