Deputado diz que Paraíba está em pânico por causa da violência

DSC_3054DSC_3079O deputado estadual Frei Anastácio, que participou, ontem (19), de duas atividades de protesto e discussões sobre a violência na Paraíba, afirma que a população  se encontra em estado de pânico, em consequência da violência. “O povo está apavorado. A cada dia, as ações dos bandidos aumentam e nenhuma providência concreta é tomada por parte das autoridades ,” disse o deputado, que esteve em Queimadas e Pocinhos participando de atividades que tiveram a violência como tema.

Durante a manhã, o deputado participou de mobilização, em Queimadas,organizada pelo Comitê de Solidariedade Ana Alice, para lembrar um ano do assassinato da jovem Ana Alice, de 16 anos. A caminhada foi marcada por palavras de ordem dos manifestantes pedindo justiça para os casos de várias mulheres vítimas de violência no município.

DSC_3051

Audiência pública na Câmara de Vereadores de Pocinhos

QEUIMADAS

Caminhada pelas ruas de Queimadas

A caminhada teve uma parada no fórum da cidade, onde estava havendo mobilizaçãoQUEIMADAS 3interrogatório do acusado de matar Ana Alice, Leônio Barbosa, e mulheres que afirmaram também serem vítimas dele. A mobilização terminou ao lado da igreja matriz com um ato religioso presidido por Frei Anastácio. “Passamos no Fórum e vimos a cara de frieza do assassino confesso de Ana Alice. Um crime desse porte, como também o caso do estupro coletivo que ocorreu aqui, não podem ficar impune. É preciso que a justiça seja exemplar,” ressaltou o deputado.

Audiência pública em Pocinhos

Durante a noite, o petista teve reunião com militantes do PT em Pocinhos e depois, participou de uma audiência pública na Câmara de Vereadores, para debater a onda de violência que assola aquele município. A audiência contou com a presença de todos os vereadores da cidade, além dos deputados, Caio Roberto, Doda de Tião, Arnaldo Monteiro, o chefe da casa civil do Estado, Adriano Galdino, o Secretário de Estado de Desenvolvimento e Articulação Municipal, Manoel Ludgério, além de autoridades ligadas a segurança pública e pessoas da cidade.

Delegacia Rural

Na ocasião, o deputado Frei Anastácio deixou como sugestão, a criação da delegacia especializada em crimes no campo, (Delegacia Rural) para que as ações possam ser direcionadas à zona rural, e pediu o apoio dos deputados que estiveram presentes a essa luta. “Vamos reapresentar um projeto de lei de autoria do nosso mandato, que no ano passado a Assembleia aprovou, mas o governador vetou e o Poder Legislativo manteve o veto. Diante das discussões que estamos vendo em todo o estado, todos reconhecem que essa iniciativa é essencial para dar início ao combate à criminalidade que se instalou na zona rural”, destacou o deputado.

Frei Anastácio disse que para combater a violência que atingiu os quatro cantos do estado, é preciso que haja um plano de segurança, vindo da parte do governo do estado, com metas a serem alcançadas. “Para que isso der certo, o governador do estado tem que buscar ajuda do governo federal, pedir a integração de todos os poderes estaduais, Polícia Federal, fazer parceria com o Exército e Marinha, solicitar o empenho  da mídia e da população”,sugeriu o deputado acrescentando que a situação de violência em que vivemos requer um plano estratégico.

Leia também