Dom Delson elogia Frei Anastácio e Luiz Couto

IMG-20171102-WA0032

O Arcebispo metropolitano da Paraíba, Dom  Frei Manuel Delson, elogiou a atuação dos deputad0s Frei Anastácio e Luiz Couto como políticos, durante  participação em reunião organizada  pela  CPT – Comissão Pastoral da Terra -, com  camponeses dos diversos assentamentos das regiões Várzea, Litoral, Agreste e Vale, no Centro das Pastorais Sociais da Arquidiocese da Paraíba (Mosteiro São Bento) em João Pessoa – PB, no dia 31 de outubro.

“Diante da realidade em que se encontra o nosso Brasil, mais do que nunca, precisamos estar unidos para enfrentar as ideologias que ferem a dignidade do ser humano. Precisamos declarar a adesão a fé cristã católica, a partir de nosso testemunho. Dom Delson por último ainda elogiou o trabalho que Frei Anastácio e Luiz Couto vem realizando “Frei Anastácio faz bem aquilo que ele faz, defende os valores. Eles (Frei Anastácio e Luiz Couto) por serem políticos não abandonaram a Igreja. A gente vê o bem que eles fazem”, disse o arcebispo.

Na reunião, os camponeses falaram sobre a importância da Comissão Pastoral da Terra para cada um deles e para sua comunidade, bem como a identificação com as ações pastorais desenvolvidas nos assentamentos. Dada a palavra ao Arcebispo Dom Delson, que iniciou dando os parabéns pelo trabalho pastoral que a CPT vem realizando junto as comunidades. “A Comissão Pastoral da Terra é mãe, é a presença da Igreja, que conduz a vida pastoral com luta, fé e esperança”.

O bispo ainda frisou que a CPT se destaca pelo trabalho cristão que é realizado por meio o ecumenismo. “Quando uma pessoa chega na minha casa pedindo ajuda eu nunca pergunto qual a sua religião. Estou muito feliz por ouvir o relato dos camponeses quando dão testemunho do trabalho da CPT. Me alegro também pela presença das religiosas (os), padres e leigos integrantes da pastoral”.

Dom Delson ainda falou que irá realizar visitas pastorais nas paróquias da Arquidiocese e quer visitar os assentamentos nos próximos meses. Ainda parabenizou as feiras agroecológicas organizadas pela CPT. “A organização de vocês é uma esperança. Os agricultores unidos é resistência na luta, continuem assim”.

Ao final Dom Delson se colocou à disposição para responder perguntas a ele dirigidas. Quando solicitado a analisar a situação que o país está passando ele destacou sua analise a partir da seguinte comparação: “O estrumo que vocês usam nas plantas é até repugnante, porém é isso que faz as plantas crescerem, então as coisas não tão boas de nossa vida nos fazem amadurecer e crescer na fé” frisou Dom Delson.

 

“Minha preocupação é de que a Igreja esteja perto de vocês, seja presença”. Assim concluiu sua fala.

Leia também