O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) elogiou a decisão do tribunal Superior Eleitoral (TSE) de incluir as denúncias de notícias falsas, durante a campanha eleitoral de 2018, no processo de cassação da chapa de Bolsonaro e Mourão. “O pedido foi feito pelo PT e tem parecer favorável do Ministério Público Eleitoral”, destacou Frei Anastácio.

Frei Anastácio argumenta que é necessário um cruzamento do processo de divulgação de Fake News nas eleições, com as que foram usadas para atacar os ministros do Supremo Tribunal Federal. “Quando houver esse cruzamento, a justiça saberá se realmente é o mesmo grupo organizado, chamado gabinete do ódio, que vinha agindo todo o tempo, desde as eleições. Com esse cruzamento, o processo de cassação da chapa ficará muito mais forte”, disse o deputado.

O parlamentar lembra que além desse processo de cassação, que começou a ser julgado, ainda existem mais seis ações no TSE, que pedem a cassação da chapa de Bolsonaro/Mourão. Quatro dessas ações apuram supostas irregularidades na contratação do serviço de disparo de mensagens, em massa, por aplicativos da internet.

“O uso das Fake News e os financiamentos de disparos dessas notícias falsas, em favor de Bolsonaro, foram claros. Foi uma campanha feita toda com disseminação do ódio, através de notícias falsas, para prejudicar o candidato do PT”, explicou.

Frei Anastácio disse esperar que a justiça seja feita, e que esse governo fascista seja punido pelo ódio e pelas mentiras espalhadas durante a campanha eleitoral. “Fora Bolsonaro. O povo quer o Brasil de volta”, concluiu.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here