O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) acusa o Governo Bolsonaro de ser o maior destruidor do Meio Ambiente na história do Brasil com destaque para o desmatamento que bate recordes, desde que o presidente assumiu em 2019.

“O aumento do desmatamento no Brasil  não é por um acaso, pelo contrário, é um projeto do Governo, pois desde que assumiu o poder, Bolsonaro e sua corja do Ministério do Meio Ambiente tem flexibilizado as regras de fiscalização e diminuído as multas para crimes florestais”, explicou o parlamentar.

Frei Anastácio lembra que à medida que o desmatamento está crescendo, as multas estão diminuindo. “Isso também é resultado do sucateamento dos órgãos de fiscalização, como fechamento de unidades do IBAMA, esvaziamento da força de trabalho e contínuos processos de fragilização das leis ambientais”, argumentou.

Estudos mostram que já no primeiro ano do governo Bolsonaro, em 2019, foram desmatados 10.900km², quase o dobro do desmatamento dos anos 2012 e 2013, quando Dilma estava na presidência. 

“Além de mostrar que não tem compromisso algum com o Meio Ambiente, Bolsonaro também vai de encontro ao acordo que assinou na 26ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas onde prometeu interromper e reverter o desmatamento no Brasil. Além de irresponsável, ele é também um mentiroso. Mas, o mundo todo não acredita mais nele”, concluiu.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here