O deputado federal Frei Anastácio (PT) lamentou o aumento da violência apontada pelo Anuário de Segurança Pública, que aponta um crescimento de 7,1% no número de mortes violentas intencionais, no primeiro semestre deste ano, mesmo em plena pandemia. “Bolsonaro tem grande contribuição nisso, com os decretos facilitando a aquisição de armas e munição, além de seus discursos de ódio”, afirmou.

O parlamentar ressaltou que este ano, até agosto, o aumento no número de registros de armas de fogo no Brasil foi de 120%. “Esse é o país que Bolsonaro está construindo. Um país da fome, sem direitos trabalhistas, repressivo e violento. Não podemos aceitar esse caos”, disse.

Frei Anastácio informou que segundo o Anuário, quase 26 mil pessoas foram assassinadas intencionalmente no primeiro semestre deste ano. “Isso aconteceu mesmo com a circulação reduzida das pessoas, em consequência da pandemia. Imaginem se estivesse tudo normal”, indagou o deputado.

Ele destaca que uma das explicações apontadas pelos especialistas para tanta morte é o aumento no número de armas de fogo no Brasil. “Tudo isso, com os incentivos do governo federal, através de vários decretos que facilitam aquisição de armas e compra de munição desenfreada. O Anuário destaca que os dados oficiais não permitem quantificar o número de armas hoje no Brasil. É uma situação, realmente, muito preocupante a que vivemos com esse governo”, alertou

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here