Frei Anastácio alerta que água da transposição pode chegar imprópria para consumo humano na Paraíba

 DSC_7386O deputado estadual Frei Anastácio voltou a alertar ao poder público e a população da Paraíba sobre a poluição dos rios que irão receber água da transposição do Rio São Francisco. “O fim das obras está chegando, e os rios estão todos poluídos. Se nada for feito, a água que a Paraíba irá receber será imprópria para consumo humano”, alertou o deputado.

De acordo com o deputado, além da degradação que os rios da Paraíba sofrem todos os dias, com a poluição das indústrias e cidades, também existe a exploração desordenada. “Parece que os órgãos responsáveis em proteger o meio ambiente estão inertes diante dessa problemática. Um exemplo é o açude  de São Gonçalo, um manancial tão importante,que recebe esgoto das cidades de Marizópolis e Nazarezinho”,disse.

O deputado acrescentou que em Sumé é a mesma coisa. “Segundo  matéria publicada por um dos meios de comunicação da Paraíba, o município joga o esgoto em lagoas sem tratamento e os dejetos  acabam voltando para o rio”,destacou o deputado se referindo a uma matéria publicada pelo portal G1.

O deputado convocou a Assembleia e a Frente Parlamentar das Águas para se empenhar nessa luta.  “Temos o dever de tratar sobre esse assunto. Dia 22 de março, teremos o Dia Internacional das águas e quero convocar todos os deputados e deputadas para trabalhar soluções, sobretudo, para esse problema da água da transposição”, afirmou.

Assoreamento dos açudes

Frei Anastácio alertou ainda que muita chuva foi registrada em várias partes do Estado, mas a maioria dos açudes e barreiros estão assoreados e com capacidade reduzida. “Tenho batido muito nessa questão aqui nesta casa, mas nada foi feito, nem pelo governo do estado, nem pelas prefeituras e não será possível armazenar mais água. Quero chegar o dia aqui de ter que parar de cobrar, para agradecer pelo planejamento estratégico de armazenamento hídrico. Temos que falar menos e fazer mais”, afirmou.

 

Leia também