O deputado federal Frei Anastácio alertou que Bolsonaro liberou mais 21 registros de agrotóxicos, através da Portaria nº 166 publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (24). “Em menos de dois anos de governo, Bolsonaro já autorizou a comercialização de 766 marcas novas de agrotóxicos no Brasil”, alerta o deputado.

Frei Anastácio lembrou que muitos desses agrotóxicos já foram proibidos em vários países, porque são altamente perigosos para a saúde humana e o meio ambiente. “Bolsonaro segue com a mesma lógica genocida de vacina não, veneno sim”, afirmou o deputado.

Frei Anastácio relatou que no mês de outubro, Bolsonaro comemorou um suposto fracasso em teste da vacina chinesa, contra o Coronavirus. “Mas, na mesma semana, ele liberou através de portaria, 12 perigosos agrotóxicos curiosamente chineses”, disse. 

O parlamentar destacou que em novembro a decisão genocida se repete. “Na mesma semana que ele se negou a atender decisão do Tribunal de Contas da União (TCU), sobre elaboração de um plano de vacinação contra o Coronavírus, Bolsonaro autorizou a liberação de mais veneno para o Brasil”, informou.

O congressista alertou que na portaria 166, publicada no Diário Oficial desta terça-feira, 24 de novembro, Bolsonaro liberou mais 21 novos tipos de agrotóxicos no Brasil. “Até agosto, ele já havia liberado 745 registros. Agora, com mais esses 21, Bolsonaro libera 766 tipos de agrotóxicos. Com Bolsonaro é assim: vacina contra a Covid/19 não, veneno sim. Fora Bolsonaro”, concluiu.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here