O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) acusou Bolsonaro de estar planejando um calote na lei do vale gás, um benefício que surgiu a partir do PL 1374/2021, do deputado Carlos Zarattini (PT/SP) e assinado por toda bancada do partido. “A obstrução da sessão de ontem, pela base do governo, para impedir que a Câmara votasse o orçamento que pagará o vale gás,  é um calote na pobreza”, disse o deputado.

Frei Anastácio fez apelo para que os parlamentares não decepcionem as famílias que esperam para receber o vale gás. “São 5,5 milhões de famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico), do Governo Federal, que precisam urgentemente dessa ajuda. A miséria e a fome não podem esperar”, ressaltou.

Frei Anastácio enfatizou que “esse vale de 50% do valor do botijão de gás, a cada dois meses, pode não representar nada para muitos que estão na Câmara. Mas, para essas famílias de baixa renda, isso representa uma ajuda muito importante. O povo está sofrendo, não tem de onde retirar dinheiro para suprir essa necessidade”, relatou.

Covardia contra os pobres

O parlamentar apontou que a obstrução da sessão de ontem (13), pela base do governo, para impedir a votação dos recursos para financiar o vale gás, foi uma covardia contra os pobres. “Está claro que Bolsonaro não quer implantar esse benefício. Mas, nossa bancada está lutando para impedir que isso aconteça”, anunciou.

O deputado alertou que a população brasileira está de olho na Câmara. “Prejudicar o pagamento do vale gás por falta de um orçamento, que não foi votado pela Câmara, terá uma repercussão vergonhosa para o parlamento. Espero que esta semana esse assunto seja resolvido e as famílias sejam contempladas com essa ajuda tão importante para o orçamento delas”, concluiu.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here