O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) alertou que o desmatamento ilegal no Brasil, desde que Bolsonaro assumiu o governo, já atingiu uma área de 26.004 km² e não para de aumentar. Dados mais recentes mostram que em 2020, o aumento de árvores derrubadas foi 14% maior que em 2019. O estudo mostra que em 2020, foram desmatados 13.853 km², e em 2019 cerca de 12.151 km². 

“Apesar dos dados serem assustadores, ainda podem estar abaixo da realidade. De acordo com o estudo do MapBiomas, há indícios de que 99,8% do desmate foi ilegal, mas o Ibama só notificou  2% dos casos, simplesmente porque Bolsonaro reduziu todas as condições para aquele órgão realizar fiscalização com eficiência”, lamentou.

O deputado explicou que o desmatamento é considerado ilegal quando ele ocorre em terras indígenas, unidades de conservação, áreas protegidas pelo manejo para extração sustentável de madeira, ou estão em segmentos protegidos em terras particulares (reserva legal ou área de proteção permanente).

Frei Anastácio relatou que o Governo tem várias políticas que facilitam o desmatamento, o avanço do garimpo ilegal, dos grileiros e o agronegócio. “Estamos vivendo em um governo antiambiental. Já há tecnologia o suficiente para monitorar áreas que estão sendo desmatadas e punir os culpados, mas o Governo só trabalha no sentido oposto. Bolsonaro dá total apoio ao avanço da destruição do meio ambiente”, lamentou.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here