O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) alertou que a extinção do Programa Bolsa Família, por Bolsonaro, e o fim do auxílio emergencial irão aumentar a miséria no Brasil, deixando 25 milhões de famílias desamparadas. “Esse público ficará sem os benefícios e não têm perspectiva de receber o Auxílio Brasil, que substituirá o Bolsa Família.

O parlamentar disse que o grande problema é que agora essas famílias estão no escuro sem informações de quais políticas o Governo adotará para diminuir os impactos do fim do auxílio emergencial. “Bolsonaro prometeu um auxílio de R$ 400 através do Auxílio Brasil, mas até agora não estabeleceu os critérios de acesso ao benefício”, comentou.

Frei Anastácio lembra que a fila do programa Bolsa Família já estava inflada e com o fim do auxílio emergencial, a tendência é que aumente muito mais. “Já contamos com 2,4 milhões de famílias aguardando o acesso ao Bolsa Família, mais de 70 mil famílias apenas na Paraíba”, disse. 

O deputado relatou que com o fim do auxílio, a fila tende só a aumentar. “Isso nos preocupa muito, pois as cenas de pessoas passando fome no Brasil estão cada vez mais comuns. O Governo Bolsonaro precisa de uma estratégia urgente para combater a fome e a miséria no país. Não aceitamos o calote que ele quer dar usando dinheiro de precatório de aposentados e pensionistas para pagar esses benefícios”, disse.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here