O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) lamentou que 30 milhões de brasileiros, que viveram dias melhores nos Governos do PT, agora foram empurrados para a situação de miséria em consequência do governo desastroso de Bolsonaro.

“A classe C que no Governo Lula e Dilma teve acesso à universidade, pôde andar de avião e contou com uma série de políticas públicas, agora vive na miséria. O mais triste é que essa situação não foi causada apenas pela pandemia, mas pela política neoliberal de Bolsonaro e por seu governo desastroso”, comentou.

Frei Anastácio lembra que o aumento do número de pessoas indo para a miséria se deve ao intervalo sem auxílio emergencial e à diminuição do valor do benefício de R$ 600, que foi reduzido para R$ 150. “Em 2019, o Brasil tinha 24 milhões de pessoas vivendo na extrema pobreza, agora já são 35 milhões de pessoas. Ou seja, o índice subiu de 11% para 16% da população”, lamenta.

Agravamento da situação

O parlamentar lembra ainda que de acordo com matéria publicada na Folha de São Paulo, pesquisas apontam que a tendência é que a situação das famílias das classes mais baixas piore ainda mais este ano. “Em contraponto a esse dado, tem a constatação que famílias de classes mais altas se estabilizaram ou obtiveram mais ganho. Ou seja, no Governo Bolsonaro o pobre tem cada vez menos e os ricos cada vez mais. O que precisamos é de um Governo que olhe e socorra o povo. Só o Impeachment salvará o Brasil  de tempos ainda mais sombrios”, alertou.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here