Foto- Jaimaci Andrade

Depois de divulgação de um relatório feito pela Fiocruz, sobre os riscos que o óleo nas praias do Nordeste oferece à população, o deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) criticou o pronunciamento do Ministro da Agricultura que orientou o povo a comer pescado, alegando que “o peixe é um bicho inteligente”. “Esse ministro deveria ter vergonha de divulgar uma coisa dessas. Ele está colocando a saúde da população em risco”, disse o deputado.

As pesquisas feitas pela Fiocruz concluíram que devido à grande quantidade de substâncias tóxicas presentes no óleo cru, pessoas que estão em contato com essas substâncias correm o risco de sofrerem abortos, distúrbios neurológicos graves, alergias, doenças hepáticas, renais, de pele, dos pulmões, do sangue e até câncer.

“Todos estão correndo riscos, devido à grande quantidade de substâncias tóxicas presentes no óleo cru. Principalmente os pescadores, banhistas, crianças, pessoas que estão consumindo pescados e os voluntários que estão nas praias recolhendo o óleo”, alertou o deputado.

De acordo com nota divulgada pela Fiocruz, Instituto Aggeu Magalhães, e pelo Laboratório de Saúde Ambiente e Trabalho, a apresentação dos fatores de risco são assustadoras.

O congressista ainda aconselhou que a atividade de contenção da poluição e de limpeza deva ser realizada com toda precaução e proteção coletiva e individual, usando equipamentos certificados para esse tipo de situação perigosa e insalubre, já que o governo tem fechado os olhos para essa problemática.

“De acordo com a nota, estamos vivendo um contexto de extrema gravidade configurado como de emergência ambiental e de saúde pública. Isto é muito preocupante”, concluiu Frei Anastácio.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your name here

Please enter your comment!