O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) fez apelo ao Congresso nacional para derrubar o veto do presidente Bolsonaro ao projeto de lei – que tem coautoria dele -, que garante a distribuição de absorventes higiênicos para mais de seis milhões de mulheres de baixa renda nas escolas públicas, sistema prisional e em situação de rua. 

“Com o veto, Bolsonaro tira a dignidade menstrual e o acesso a mais higiene durante o período da menstruação. Esse é mais um ataque covarde de Bolsonaro a esse público feminino que precisa dessa ajuda. Foi um projeto aprovado depois de muita repercussão positiva em todo o Brasil. Eu faço um apelo aos colegas deputados  senadores para que possamos derrubar o veto machista desse governo que não gosta de pobre”, disse.

Problema social

Frei Anastácio lembra que a aprovação do Projeto de Lei significa a garantia do fim da falta de acesso a produtos de higiene e riscos à saúde dessas mulheres. “Sabemos que muitas mulheres recorrem a soluções precárias e insalubres, já que não tem dinheiro para comprar absorvente, como por exemplo, miolo de pão, papel higiênico, pedaços de tecido e até folhas de jornais”, lamentou.

O parlamentar lembra que devido à pobreza menstrual, muitas jovens perdem dias letivos, chegando a abandonar os estudos por constrangimentos vividos. “É um problema social que precisa ser resolvido. Se Bolsonaro não tem compromisso em combater as desigualdades no país, o Congresso tem e nós vamos derrubar esse veto pela dignidade das mulheres”, concluiu.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here