Frei Anastácio apresenta voto de pesar pela morte de petista

O deputado estadual Frei Anastácio (PT) apresentou voto de pesar, subscrito pelos deputados Anísio Maia, João Gonçalves e Edmilson Soares,  pela morte do ativista social Ricardo Brindeiro que era filiado ao Partido dos Trabalhadores, da Paraíba e morreu vitima de câncer. “Ricardo deixa uma memória de luta e cidadania. A morte dele enluta o Partido dos Trabalhadores e entristece a todos aqueles e aquelas que, com ele, estiveram ao lado dos oprimidos e dedicaram suas vidas a causas nobres”, disse Frei Anastácio.

O deputado lembrou que Ricardo era filho de uma família tradicional pernambucana, mas largou tudo para viver ao lado dos pobres e excluídos, na comunidade de Brasília Teimosa, em Recife.  Era formado em Arquitetura e fez estudos de Teologia. Militou nas comunidades de base da Igreja Católica, tempo em que conheceu Dom Helder Câmara.

Em João Pessoa, continuou sua militância trabalhando em projetos voltados para a defesa da criança e do adolescente.  Um desses projetos é o Projeto educacional Beira da Linha, que há 20 anos atua na Comunidade do Alto do Mateus, com a finalidade de atuar nas camadas mais carentes, daquele bairro.

Junto com a Instituição Católica Italiana Pia Sociedade de Padre Nicola Mazza, em 1989, Ricardo Brindeiro possibilitou a várias crianças, adolescentes e jovens do Alto do Mateus, em situação de vulnerabilidade social, a oportunidade da educação.

Ele também contribuiu com o incentivo ao esporte, cursos profissionalizantes, contribuindo, assim, com o processo de formação para cidadania dessa juventude tão marcada pela violência. Ele era um animador da luta.

Raro não vê-lo nas ruas de João Pessoa e, mesmo neste Plenário, com o seu violão, dizendo que a luta se faz, também, com alegria. Que as cantigas tornam alegres nossas caminhadas. Por isso, me solidarizo com toda a família de Ricardo Brindeiro, que deixa a esposa Ana Gusmão Brindeiro e dois filhos.

Leia também