Frei Anastácio apresenta voto de pesar pela morte de sargento da PM

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa,deputado estadual Frei Anastácio, apresentou voto de pesar  pela morte do sargento da Polícia Militar Blecaute Belo Correia, de 45 anos, assassinado a tiros sábado (6), na rodovia que liga a Usina Giasa ao município de Pedras de Fogo, onde trabalhava. Ele era lotado no Batalhão de Alhandra, no Litoral Sul da Paraíba.

O deputado lamentou a violência que atinge a Paraíba e o Brasil e parabenizou a Polícia por já ter prendido os acusados de terem cometido o latrocínio. “Quero aqui me acostar ao luto da família e da corporação da Polícia Militar, que perde mais um valoroso agente de segurança pública para a violência que assola nosso Estado. Esperamos que a justiça puna com rigor esses marginais que tiraram a vida do sargento durante assalto talvez, simplesmente, pelo fato de terem reconhecido que ele era policial”, disse o deputado.

O parlamentar acrescentou que o sargento Blecaute era um policial  cumpridor do seu dever e querido pelo povo da cidade onde morava. “Ele era tão bem quisto com o povo, que foi lançado pré-candidato a vereador do município de Caaporã. É lamentável trazer para a Assembleia, mais um caso de policial que morre em serviço, já que ele estava a caminho do trabalho. Quero aqui colocar a assessoria jurídica do nosso mandato à disposição da família do sargento Blecaute para resolver qualquer pendência que houver”, disse o deputado.

 

frei aConvenções partidárias

O deputado também registrou a participação dele em várias convenções do PT, no Sertão e outras regiões do estado. Ele destacou as alianças em Alhandra, Esperança e Campina Grande. Em Esperança, terra natal do deputado, ele disse que candidato Nobinho representa um futuro melhor para Esperança. “A cidade terá um prefeito que estará ao lado do Governador do Estado. Um governo que já reconstruiu a barragem de Camará, que irá abastecer Esperança e outras cidades da região. Além disso, será possível fazer Esperança entrar no desenvolvimento”, disse.

Sobre Alhandra, o deputado falou sobre o rompimento do PT com o PMDB. “ O prefeito Marcelo Rodrigues tentou humilhar o nosso vereador Valfredo José. O PT saiu do governo e posso afirmar que eu, Frei Anastácio não devo nada a Marcelo. Nunca pedi nada a ele, nenhum cargo sequer. Ele sim, é quem me deve politicamente”, disse.

Em relação à Campina Grande, Frei Anastácio afirmou que a aliança do PT com o PSB representa a luta para quebrar uma oligarquia que se reveza há anos na cidade, entre os Cunha Lima e os Vital do Rego. “Vamos quebrar essa oligarquia e levar Campina Grande aos trilhos do desenvolvimento, já que dados econômicos mostram que a cidade está em decadência”, disse o deputado.

Leia também