O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) disse que é vergonhosa e criminosa a postura do Presidente da República, Jair Bolsonaro, que dissipa mentiras, ataca à democracia e adotou o negacionismo como marca de governo. “O Poder Judiciário, que é o mais insultado e desqualificado por Bolsonaro, precisa reagir de forma concreta para garantir a preservação da democracia no Brasil”, disse o deputado.

Frei Anastácio citou que “a Organização não Governamental 19 aponta que Bolsonaro dá, pelo menos, quatro declarações falsas por dia, ou seja, ele mente descaradamente para tentar enganar a nação”, disse o deputado.

O deputado relatou que segundo o relatório da Organização, que tem escritórios em nove países, inclusive no Brasil, só em 2020 Bolsonaro mentiu 1.682 vezes. “Isso representa mais de quatro mentiras por dia. Mas, todas as pesquisas comprovam que a grande maioria não acredita mais nas mentiras de Bolsonaro. A maioria afirma que ele é incompetente, incoerente, despreparado, falso e pouco inteligente”, disse o deputado.

O parlamentar destacou que o relatório da ONG aponta 2.187 declarações falsas, ou distorcidas de Bolsonaro, desde que assumiu o governo. “Além das mentiras, Bolsonaro e integrantes do governo fizeram 464 declarações públicas atacando ou deslegitimando jornalistas no Brasil. Esse tipo de agressão, contra jornalistas, só foi visto na ditadura militar”, lamentou.

Punição

O congressista também criticou a falta de ações contundentes dos Poderes Judiciário e Legislativo. “Na Câmara já existem 125 pedidos de impeachment. Mas, nem o antigo presidente, Rodrigo Maia, fez nada ,nem o atual, Artur Lyra, acenou em colocar em nenhum dos pedidos em votação. No caso do judiciário, a afronta é maior ainda. Bolsonaro insulta e desqualifica o judiciário todos os dias. Essa live que ele fez no dia 29 sobre o voto impresso foi um atentado contra a justiça eleitoral e o judiciário. Uma situação dessas em qualquer outro governo do período democrático no Brasil provocaria ações efetivas, não apenas notas como vem acontecendo. Espero que o Poder Judiciário, especialmente o STF, que é o guardião da Constituição Brasileira, adote medidas concretas contra os crimes de responsabilidade que Bolsonaro vem cometendo”, afirmou.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here