NOTÍCIAS

Frei Anastácio cobra atenção das autoridades para a saúde mental de policiais

Foto de Gabriel Paiva (2)

O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) fez pronunciamento, ontem ( 8), durante sessão  do Congresso Nacional, cobrando mais atenção das autoridades em relação à saúde mental dos policiais brasileiros.

O parlamentar fez o pronunciamento com base  nas informações de uma reportagem publicada pelo Jornal Correio da Paraiba, que mostrou aumento no número de suicídios   no meio policial do Estado.

O deputado lamentou  que o números de profissionais que tiraram a própria vida teve um crescimento de 42,5% entre 2017 e 2018, na Paraíba.

“Este número já seria por si só bastante grave. Mas o que o torna ainda mais preocupante é que esse índice  pode ser maior. Isso porque os casos de suicídios ainda não são totalmente notificados”, disse o deputado.

Como exemplo, o deputado citou os casos na Paraíba, que o estudo aponta que não houve casos de suicídios no ano de 2018, mas a própria corporação aponta que houve pelo menos três.

O parlamentar demonstrou sua preocupação com a informação de que o suicídio é a terceira principal causa de morte externa de policiais na Paraíba e a oitava principal causa no país.

Buscar formas de prevenção

“Faço um apelo para que a saúde mental dos que trabalham nos defendendo seja priorizada pelo nosso Estado e pelo Governo Federal. É preciso mais atenção a esses profissionais, em todos os aspectos”, pediu o congressista.

Além disso, Frei Anastácio parabenizou o Jornal Correio da Paraíba e disse que matérias como essa ajudam a sociedade e as autoridades a refletirem sobre essa grave situação. ” O tema suicídio tem que ser mais debatido, no sentido de se buscar meios e formas de prevenção. Não  dá  pra ficar calado diante de dados tão preocupantes, sobretudo, nas forças de segurança”, concluiu.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar