O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) cobrou do Governo Federal que defina logo o calendário de pagamento do vale gás, que é um projeto de autoria do deputado Carlos Zarattini (PT/SP), com coautoria dele e outros deputados da bancada do PT na Câmara, que beneficiará 5,58 milhões de famílias com desconto de 50% no preço do botijão de gás de 13 kg.

“Esse projeto é uma iniciativa de nossa bancada para ajudar os que mais precisam. Se não fosse essa iniciativa do PT, o governo não teria feito nada para ajudar essas famílias, que não têm como comprar um botijão que está com preço médio de R$ 102,46”, disse Frei Anastácio.

A regulamentação do programa foi publicada no Diário Oficial da União de sexta-feira (3). Mas, Frei Anastácio ressalta que o governo ainda não definiu a data da primeira parcela do benefício. “O vale gás, tem previsão de duração de dois anos  e será concedido às famílias de baixa renda a cada dois meses. O botijão, que já teve aumento de quase 30% este ano, é um dos itens que pesam muito no bolso das famílias carentes”, explicou.

Onde será o pagamento?

O vale gás será pago pela Caixa Econômica Federal ou por instituições contratadas pela estatal. O Ministério da Cidadania é o responsável pelo calendário de pagamento e pelas regras. Quem receber o benefício não precisará provar que gastou o dinheiro comprando o gás de cozinha.

O auxílio será concedido, preferencialmente, às mulheres vítimas de violência doméstica beneficiadas por medidas protetivas de urgência. Entre os beneficiários serão incluídos ainda, segundo o regulamento, as famílias de baixa renda inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) ou que tenham entre seus membros quem receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here