O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) comemorou a aprovação da regulamentação do novo Fundeb, sem a retirada de 10% dos recursos para escolas privadas, confessionais e filantrópicas. “Essa foi uma vitória da educação, da mobilização e da escola pública. Viva a educação pública brasileira”, comemorou o deputado. 

O texto do Fundeb foi aprovado pela Câmara com os destaques do governo federal, que retirava os 10%. Frei Anastácio classificou de vergonhoso o que a maioria dos deputados aprovou, para atender a interesses do governo federal e da extrema direita. Mas, no dia 15, o texto foi para o Senado e lá todas as modificações foram rejeitadas. 

 “O Senado deu uma lição para a Câmara que, finalmente, votou o Fundeb como deve ser: com recursos exclusivos para a escola pública. Segundo os especialistas, essa sangria de dinheiro retiraria do Fundeb mais de 12 bilhões por ano, e iria beneficiar escolas do sistema S (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai); Serviço Social do Comércio (Sesc); Serviço Social da Indústria (Sesi), que já recebe verbas do governo federal, além de escolas privadas, confessionais e filantrópicas”, explicou o deputado.

Frei Anastácio destacou que essa vitória foi possível, graças a mobilização sindical, de professores (as), alunos, pais e entidades  que representam a educação pública. “A mobilização é a nossa principal força, principalmente, diante de um governo fascista que está destruindo o nosso país, sobretudo, a educação”, afirmou.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here