O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) criticou o presidente Jair Bolsonaro por ele estar tentando derrubar, no Supremo Tribunal Federal (STF), a Lei 14.172/2021, que permite a professores e alunos da educação básica da rede pública ter acesso à internet. “Bolsonaro, desde que assumiu o cargo, vem trabalhando para destruir a educação no país. Esse é mais um exemplo disso”, acusa o deputado.

O parlamentar lembra que Bolsonaro já tinha vetado o Projeto de Lei que garante internet para 1,5 milhão de profissionais e 14 milhões de alunos. “Derrubamos o veto na Câmara e o PL se transformou em lei. Agora ele recorre ao STF. Um ato que considero inadmissível, diante da importância de garantir acesso para profissionais e alunos que estão com dificuldade nas aulas remotas”, lembrou. 

Frei Anastácio ressaltou que a verba equivale a R$ 3,5 bilhões e está prevista na Lei 14.172/2021, que institui o pagamento desse montante aos estados e municípios, para ações que visem a ampliar a conectividade nas escolas de todo o Brasil. “Bolsonaro concedeu, sem questionar, mais de R$ 7 bilhões para comprar navios de guerra. Mas, para a Educação, nega tudo”, disse.

O parlamentar disse que ”é lamentável ver um governo sem o menor interesse em diminuir os prejuízos causados pela pandemia na área da educação. Consequências que poderiam ter sido evitadas, se o presidente não tivesse o plano de sucatear a Educação Pública do nosso país. Além de contribuir para o agravamento da pandemia, que fez com que as aulas fossem suspensas e ficassem remotas, Bolsonaro não quer que os estudantes e professores da rede pública tenham acesso ao ensino. A missão dele é destruir a educação pública”, concluiu.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here