WhatsApp Image 2019-11-12 at 14.31.08

           O deputado denuncia que, mais uma vez, o Nordeste é discriminado

 

O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) criticou Bolsonaro pelo corte de 158.452 famílias do programa Bolsa Família, em plena crise social,política e econômica causada pela pandemia do Coronavírus. “E mais uma vez, Bolsonaro discrimina o Nordeste com mais um ataque aos pobres. Os cortes atingiram 61% de famílias do Nordeste”, protestou.

Frei Anastácio afirma que é inacreditável que em meio a esta crise, mais de 158 mil famílias se encontrem desamparadas pelo governo. “O governo mais uma vez mentiu, ao dizer que iria ampliar o número de famílias beneficiadas. Esta era a hora de pensar em medidas para ajudar os milhares de trabalhadores e trabalhadoras informais para que sobrevivam a esta crise, e não gerar mais cortes. O número de beneficiários é o menor desde maio de 2017”, criticou o deputado.

Nordeste discriminado

Frei Anastácio repudiou ainda o fato de 61% destas famílias que sofreram com os cortes serem nordestinas. Dos 158,4 mil benefícios a menos em março, 96.861 foram retirados justamente da região que responde por metade dos benefícios totais do país. “Isso demonstra que  Bolsonaro não tem feito cortes de forma estratégica, mas sim de forma que atenda aos seus interesses”, lamentou o parlamentar.

“Estamos em um momento complicado do nosso país, e medidas urgentes precisam ser tomadas para ampliar a renda das famílias e garantir que elas não sofram de forma brusca, as consequências desta crise que o Brasil está enfrentando. Em João Pessoa, por exemplo, a partir deste sábado (21), nem os transportes coletivos estará funcionando. Haverá também fechamento de bares, restaurantes, lanchonetes, clubes sociais, salões de beleza, clínicas de estética, casas noturnas, de festas ou de espetáculos”, concluiu o deputado.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your name here

Please enter your comment!