Frei Anastácio critica reajuste de 150 por cento nos gastos com comunicação do governo do estado para 2014

O deputado estadual Frei Anastácio (PT) criticou hoje, na Assembleia Legislativa, a previsão de reajuste no orçamento para comunicação do governo do estado, em 150% na Lei Orçamentaria Anual para 2014. “Enquanto o governo reduz verbas para a agricultura, saúde e segurança aumenta absurdamente os reajustes para comunicação. E está na cara que isso é por causa do ano de eleições”, disse o deputado.

Frei Anastácio disse que em 2013, o governo previu um orçamento de R$ 20 milhões, e para 2014, a previsão é de R$ 50 milhões, valor 150% superior ao orçamento previsto para este ano.

Entre os projetos de atividades da Secretaria de Estado de Comunicação Institucional, o que terá o maior incremento no orçamento em 2014, em termos relativos, será o orçamento para conservação, reforma e adaptação de imóveis, que sairá de um orçamento de apenas R$ 50 mil (2013), para um de R$ 300 mil (2014). “Isso é um absurdo. O crescimento relativo é de 500%”, disse o deputado.

Frei Anastácio disse que a cada ano, o governo do estado vem aumentando em muito o orçamento da comunicação. Em 2011, o orçamento foi de R$ 8,4 milhões. Em 2012, R$ 38,7 milhões e R$ 31,2 milhões, para o acumulado de janeiro a junho de 2013, respectivamente.

“Conclui-se que o governador está extremamente interessado em alavancar, mais uma vez e de maneira substancial, as previsões orçamentárias da Secretaria de Comunicação Institucional, com o objetivo de fazer propaganda de ações com o objetivo meramente eleitoreiro”, disse.

Frei Anastácio acrescentou que a população tem que ter conhecimento dessas discrepâncias do orçamento do governo do estado, que sacrifica setores essenciais para privilegiar a comunicação, pensando exclusivamente, no ano eleitoral.

Leia também