IMG-20190611-WA0017

O deputado federal Frei Anastácio (PT/ PB) criticou,na tribuna da Câmara, a decisão do Presidente da República, Jair Bolsonaro, que proibiu a gratuidade pelas bagagens de passageiros de avião. “O presidente foi claro. Ele disse que os passageiros terão que pagar pelas bagagens, porque essa proposta é do PT e o povo petista gosta de pobre”, disse deputado.

O deputado disse que estava fazendo o protesto em nome dos pobres, que são a maioria no Brasil.

“O presidente fez isso, ao sancionar a Medida Provisória que abre 100% do capital para as empresas aéreas estrangeiras. Além disso, o presidente evidenciou o seu preconceito contra os pobres. O Presidente da República deixou isso claro ao dizer que o PT gosta de pobres. Vindo de um presidente, isso é deprimente, porque ele discrimina a grande maioria da população”, afirmou o deputado.

O parlamentar ressaltou que muitos desses pobres, hoje discriminados pelo presidente, votaram em Bolsonaro, esperando dias melhores. Mas, o que estão recebendo dele são atitudes como esta. Na verdade, ele não gosta de pobre. É um presidente de ricos”, disse.

O petista explicou que a gratuidade da bagagem foi aprovada no mês passado pelo Congresso Nacional. A determinação era de que bagagem de até 23 quilos em aviões com capacidade acima de 31 lugares, nos voos domésticos seria grátis.
“Mas, como para os ricos pagar por bagagem não representa nada no bolso, o presidente da República votou a favor das empresas aéreas e contra os pobres” concluiu.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your name here

Please enter your comment!