IMG-20200402-WA0025

 

O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) é um dos coautores do projeto de lei da bancada dos deputados do PT, na Câmara, que torna permanente o pagamento do auxílio emergencial, que foi aprovado pelo Congresso Nacional e já teve uma parcela paga pelo Governo Federal.

“Temos o entendimento que mesmo após o fim da quarentena, será difícil, principalmente para quem já estava em situação de vulnerabilidade, se estabelecer financeiramente. E não podemos cortar de repente esse auxílio que tem evitado que muitas famílias passem fome”, disse Frei Anastácio.

 

De acordo com o projeto, o auxílio emergencial permanente se faz necessário, pois é esperada uma queda na renda de toda a sociedade para o período pós-pandemia, além da desestruturação do mercado de trabalho e, em decorrência, o maior empobrecimento e ampliação dos setores mais vulneráveis social e economicamente.

O projeto justifica ainda que o período de três meses de auxílio, garantido pela lei 13.982, de 2 de abril de 2020, será insuficiente devido a falta de condições reais de resgatar trabalhadores e trabalhadoras informais, assim como dos microempreendedores individuais reconquistarem o potencial de suas atividades.

 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here