Frei Anastácio denuncia onda de violência em Mogeiro

11220115_842608179160502_6672336463241480989_nAssaltos ao povo, estabelecimentos comerciais nas ruas e na zona rural, explosão de caixas de bancos e roubo de motos. “Essa é a situação que está enfrentando a população de Mogeiro, no Agreste. Estive no município, conversei com lideranças políticas e trabalhadores que informaram esse quadro triste”, denuncia o deputado estadual Frei Anastácio (PT).

Segundo Frei Anastácio, nos últimos dois meses foram registradas diversas ações da bandidagem no município. Entre os crimes estão explosão a caixas eletrônicos do Banco do Brasil, casa lotérica e Bradesco, além de diversos assaltos para tomar motos e celulares nas ruas e na zona rural.

“Os moradores denunciam que também foram realizados assaltos a uma Fábrica de reciclagem de lixo e aos mercadinhos de Aurélia e Cestão. Em nenhum desses casos os bandidos foram presos. Estamos trazendo esses fatos ao conhecimento da população e das autoridades do estado, no sentido de que medidas urgentes sejam tomadas para apurar esses casos, prender os acusados e reformar a segurança em Mogeiro”, disse o deputado.

Frei Anastácio ressaltou que a Secretaria de Segurança Pública vem centralizando ações, com resultados positivos, em alguns locais onde a violência estava assustando a população. “Vimos esses resultados no litoral sul e na cidade de Barra de Santana, no Cariri, onde o povo estava com medo até de sair de casa. Esperamos que seja feito o mesmo para trazer a tranquilidade de volta ao povo de  Mogeiro”, disse o parlamentar.

Ação de capangas

O petista lembrou ainda que no dia 29 de junho, na zona rural de Mogeiro, oito capangas armados ameaçaram as famílias de posseiros que estão ocupando as terras da fazenda Fazendinha e chegaram a trocar tiros com até com a polícia. Um deles, conhecido por “Bombado” foi preso com uma espingarda calibre 12, mas já foi liberado.

“Nesta quinta-feira, na condição de presidente da Comissão de Diretos Humanos da Assembleia Legislativa, estou na delegacia de Itabaiana, juntamente com as famílias que foram ameaçadas pelos capangas, prestando queixa contra essas ações da capangagem“, informou o deputado.

Leia também