Frei Anastácio denuncia perseguição e discriminação contra vereadora de Baía da Traição

Vereadora petista da Baía da Traição, Luiza Dantas

Vereadora petista da Baía da Traição, Luiza Dantas

O deputado estadual Frei Anastácio (PT) denunciou, hoje (26), no plenário da Assembleia Legislativa, a discriminação e os ataques que a vereadora Luiza Dantas (PT), do município de Baía da Traição, vem sofrendo, na Câmara de Vereadores daquele município, além ter cerceado o direito de assumir a presidência da Câmara.

O mais lamentável,de acordo com o deputado, é que Luiza Dantas está sendo alvo de discriminação. “Isso está acontecendo, simplesmente, pelo fato dela ser mulher, e por ser jovem, além de representar a boa política. Infelizmente o Poder Legislativo municipal, que deveria dar exemplo de respeito à figura feminina que chegou à liderança, não está fazendo isso”, destacou o deputado.

Frei   Anastácio também parabenizou o partido dos trabalhadores e o diretório municipal da legenda, em Baía da Traição, que emitiram nota conjunta repudiando o que está acontecendo contra a vereadora. Luiza Dantas foi eleita presidente da Câmara, com cinco votos de seus pares, mas, ainda não pôde assumir a função por força de uma liminar que favorece o presidente anterior, o vereador Pedro Gomes de Queiroz (PMDB).

“A vereadora do PT está enfrentando diversos tipos de preconceitos, e esses, devem ser banidos da nossa sociedade. Apesar da eleição que elegeu a vereadora do PT ter transcorrida seguindo o regimento interno da Câmara, diariamente são feitas acusações indevidas e proferidos insultos contra ela. Eu, na condição de deputado estadual, repudio tudo isso que está sendo feito contra a jovem vereadora; Coloco-me à disposição da Luiza e do partido para o que for preciso, no sentido de coibir esse absurdo, que está acontecendo, em Baía da Traição”, concluiu o deputado.

Leia também