WhatsApp Image 2019-08-26 at 15.22.44

O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) usou a tribuna da Câmara para fazer mais uma denúncia contra o Governo Bolsonaro, em relação à amenização na classificação do nível de toxicidade dos agrotóxicos.

“Um estudo da Agência Pública e a Agencia Repórter Brasil revelou que 93 produtos com glifosato tiveram classificação reduzida pelo governo Bolsonaro. Em anos anteriores, 24 produtos à base deste herbicida eram considerados ‘Extremamente Tóxicos’, mas agora, no Governo Bolsonaro, não há nenhum produto enquadrado na categoria máxima de toxicidade”, alertou o deputado.

De acordo com o parlamentar, o Brasil anda em contramão, em relação às políticas de diminuição do agrotóxicos de outros países. “Enquanto isso acontece aqui, o cerco ao pesticida se fecha no mundo. Ninguém o aceita. É um absurdo. O governo federal está enganando a população brasileira”, comentou Frei Anastácio.

Segundo Luiz Claudio Merielles, pesquisador da Fiocruz, a embalagem contendo o glifosato será igual a qualquer produto doméstico. Sendo que este produto sem a reclassificação de sua periculosidade, nos rótulos, pode até corroer a córnea.

De acordo com Frei Anastácio, este produto é perigoso e já existem diversos estudos comparando o uso do pesticida com o aparecimento de doenças como depressão, autismo, infertilidade, Alzheimer, Parkinson e câncer em diversas partes do corpo.

“Quero denunciar esta manobra e conclamar o parlamento que tome providências quanto à reclassificação deste produto que é altamente tóxico”, disse Frei Anastácio.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your name here

Please enter your comment!