O deputado federal Frei Anastácio reafirmou que votará contra a PEC dos Precatórios – que ficou conhecida como PEC do Calote -, no segundo turno da votação na Câmara, que deverá acontecer nesta terça-feira (09). De acordo com o deputado, o Governo Federal está usando a miséria do povo para dar um calote nos profissionais da Educação. “Se essa PEC for aprovada, Bolsonaro ficará com R$ 31 bilhões para torrar com interesses políticos”, disse Frei Anastácio.

Frei Anastácio argumentou que Bolsonaro é o responsável pela situação de miséria em que o povo se encontra. “Ele colocou o povo nessa situação e criou uma narrativa de que a única saída para ajudar os mais pobres é retirar a verba dos precatórios dos profissionais da educação para dar início ao Auxílio Brasil. Mas, o que o Governo não conta é que cerca de um terço desse valor não será usado para o benefício”, alertou Frei Anastácio.

Bolsonaro quer torrar R$ 31 bi

De acordo com o deputado, R$ 31 bilhões deverão ser usados para atender interesses políticos e corporativos. “Bolsonaro está usando a miséria, ele se aproveitará da aprovação da PEC para fazer acordos políticos com o dinheiro público que pertence a aposentados e pensionistas, que lutavam por esse direito há nas na justiça”, denunciou.

O parlamentar disse ainda que o Brasil precisa de um programa que vise diminuir a miséria e garantir uma renda para as famílias mais pobres, desde que a verba não puna outra categoria. “Bolsonaro está retirando um direito já conquistado, que se arrastou por anos na justiça, referente a reajustes e outros benefícios que foram negados aos profissionais da educação. Além disso, os programas anunciados por ele, só têm previsão de vigência até 2022. Não aceitaremos esse golpe”, explicou.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here