IMG_20190614_170911_658

O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) disse hoje, durante as manifestações da greve geral, em João Pessoa, na Paraíba, que o movimento no estado foi um sucesso. Segundo ele, a greve foi uma resposta à “quadrilha” montada no Brasil entre parte do judiciário, procuradores da operação Lava Jato e o ex-juiz Sérgio Moro.

“As mobilizações de hoje mostraram que essa “quadrilha” tem que ser desmontada. Ela foi criada para promover golpes contra o povo brasileiro. Mas está desmoronando. As máscaras estão caindo”, disse o deputado.

IMG_20190614_170911_669

O parlamentar disse que no Brasil inteiro, o povo mostrou sua indignação contra a destruição que o governo Bolsonaro está promovendo no país. “Estudantes, professores, centrais sindicais, movimentos sociais do campo e da cidade, e a população em geral, saíram às ruas para dizer “não” à destruição de direitos conquistados com suor, sangue e lágrimas, dizer “não” à Reforma da Previdência. O povo também defende a soberania do país e não aceita a onda de privatizações imposta pelo governo do Fake News”, afirmou o deputado.

Frei Anastácio parabenizou as centrais sindicais paraibanas que organizaram a greve geral. Segundo ele, só com a resistência é que o povo conseguirá conquistar o Brasil para todos de novo. “As conversas de Moro com procuradores da Lava Jato, publicadas pela mídia, mostram vergonhosamente o que estava por trás de tudo. Eles queriam retirar qualquer possibilidade de Luiz Inácio Lula da Silva ser candidato. A turma de Moro sabia que se Lula fosse candidato, o Brasil seria do povo de novo. Tanto Moro, quanto Bolsonaro não gostam de pobres, não aceitam que haja distribuição de renda, não querem que o pobre tenha acesso á universidade”, afirmou.

IMG-20190614-WA0062

As manifestações em João Pessoa começaram nas primeiras horas da sexta-feira e terminaram no início da noite, com um ato público e caminhada no Parque Sólon de Lucena. Os organizadores calculam que 15 mil pessoas participaram da caminhada pelas ruas da capital paraibana.

Viatura da Polícia Militar

Frei Anastácio também comentou o episódio que ocorreu com uma viatura da Policia Militar da Paraíba, durante a manhã, no Parque Sólon de Lucena, centro de João Pessoa. Ele relatou que estava com um grupo de manifestantes e de repente uma viatura da PM apareceu em alta velocidade colocando em risco a vida das pessoas que estavam na rua.

“Houve risco de atropelamento. Por isso, falei com os policiais que ali estavam cidadãos e cidadãs de bem. Não havia nenhum cachorro na rua. Era uma manifestação justa, ordeira e programada. Eu entrei em contato com dirigentes do Governo do Estado para que esses policiais sejam identificados e chamados a atenção. A polícia que servia ao governo Ricardo Coutinho, não tinha esse tipo de comportamento. Creio que João Azevedo segue a mesma filosofia de respeito à população”, disse.

O deputado reafirmou que assim como defendia a Polícia Militar com deputado estadual, com projetos de lei e outras ações, continuará coma mesma conduta na Câmara Federal. “A Polícia Militar da Paraíba merece nosso respeito. Esse ato de hoje, com certeza, foi uma ação isolada”, afirmou.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your name here

Please enter your comment!