O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) denunciou, em pronunciamento na Câmara, que o governo Bolsonaro abandonou 20 mil estudantes que vivem em alojamentos de 40 universidades públicas no país. “Os alunos estão passando por privações. Eles enfrentam violência e até falta de comida nos alojamentos”, afirmou.

“Esse abandono dos estudantes está ocorrendo porque, no governo Bolsonaro, houve uma redução drástica no volume de recursos para a assistência estudantil. Além de sucatear as universidades, ele também esqueceu os alunos pobres que dependem dos alojamentos para estudar. Sem esses locais para morar e a ajuda estudantil, esses universitários não têm como continuar estudando”, explicou.

Frei Anastácio lembrou que no governo Bolsonaro, a assistência estudantil é a menor dos últimos 10 anos. “No último ano do governo Dilma, antes do golpe, o orçamento para assistência estudantil foi de 1,2 bilhão. No governo Bolsonaro, esse valor caiu para R$ 865 milhões. Esse montante não é suficiente nem para alimentar os internos. Eles estão vivendo em situação de miséria”, disse.

O parlamentar lembra que além da preocupação financeira e sanitária, estudantes ainda precisam se preocupar com violência física, já que  há relatos de tentativas de estupros próximos aos alojamentos. “Com a redução de pessoas circulando dentro dos campi e a diminuição de guardas no local, as pessoas, principalmente as mulheres, precisam ainda lidar com o medo de serem vítimas de crimes”, disse.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here