O deputado federal Frei Anastácio afirmou que o orçamento do Governo Federal, para próximo ano, decreta o fim da Reforma Agrária no Brasil e transforma o Incra num órgão sem função. “Os cortes anunciados deixam o Incra sem nenhuma condições de dar assistência aos assentamentos, de promover a compra de terras nem de assentar novas famílias. É o fim”, denunciou.

Frei Anastácio lembrou que “a destruição da Reforma Agrária já começou no governo do golpista Temer. E com Bolsonaro, a destruição começou assim que ele assumiu. Agora, simplesmente, ele vai terminar de acabar com a Reforma Agrária”, lamentou.

O deputado citou que o primeiro extermínio vem com os cortes para o serviço de assistência técnica nos assentamentos. “Bolsonaro promoveu uma verdadeira guilhotina nesses serviços, que terão cortes de 99,9% no orçamento para 2021. Isso significa o abandono total das famílias assentadas”, afirmou.

O parlamentar citou ainda que para a aquisição de terra para fins de reforma agrária, Bolsonaro promoverá corte  de 94,6% no orçamento. “Ele também enterra o Pronera – Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária -, que era referência na Paraíba, com corte  de 99,5% no orçamento. Isso é outro crime”, acusou.

O congressista destacou que, com esses e muitos outros cortes, além de exterminar com a Reforma Agrária, Bolsonaro  promoverá o fechamento do INCRA. “É revoltante ver o governo fazer isso, enquanto derrama rios de dinheiro para o agronegócio, e para os bancos. Mas, nós da bancada do PT no Congresso Nacional vamos lutar contra mais essa destruição desse governo exterminador”, garantiu.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here