IMG-20190720-WA0000

O deputado federal Frei Anastácio(PT/PB) disse, hoje (20), durante entrevistas à rádios do Sertão da Paraíba, onde cumpre agenda desde quinta-feira, que o presidente Jair Bolsonaro depois de quase sete meses de gestão ainda governa para amigos.” O presidente discrimou toda população do Nordeste ao chamar os governadores da Paraiba e Maranhão de “paraíbas”, disse Frei Anastácio.

Falta de consciência republicana

IMG-20190720-WA0001

O parlamentar afirmou que as declarações de Bolsonaro, em relação ao Nordeste e aos governadores do Maranhão e da Paraíba, mostram a total falta de consciência republicana do presidente em relação ao cargo que ocupa. Ele governa apenas para amigos que o aplaudem e fazem “arminha”, disse o deputado.

A discriminação de Bolsonaro aos governadores da Paraíba e Maranhão vazou em áudio que estava aberto em uma transmissão ao vivo. “Bolsonaro atacou Flávio Dino (PCdoB), que é governador do Maranhão e João Azevêdo (PSB), governador da Paraíba, ao dizer ao ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que o governo Federal não deve ter atenções com os dois Estados.

“Essas declarações de Bolsonaro mostram que esse governo não respeita quem faz oposição, ou emite críticas contra ele. Isso vem acontecendo também com jornalistas, o que mostra a gestão antidemocrática do Presidente da República”, disse.

O deputado petista afirmou que a Paraíba e o Nordeste não irão se curvar diante dessa falta de respeito de um governo que se elegeu com mentiras.

Ataque antidemocrático

“Eu me solidarizo com todos os nordestinos e com o governador da Paraíba diante desse ataque antidemocrático de um presidente da República. Como parlamentar, paraibano e nordestino não aceito essa discriminação em forma de ataque à nossa região”, afirmou.

O parlamentar disse ainda que toda população paraibana e nordestina esqueça o lado bolsonarista e tome posição regionalista, diante desse e de outros ataques desse presidente que ja declarou que não gosta de pobres. “Espero uma oposição da bancada federal da Paraíba em relação a esses ataques”, afirmou.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your name here

Please enter your comment!