O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) acusa Bolsonaro de inviabilizar o trabalho da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), com cancelamento de R$ 118.496.756,00 do orçamento que estava assegurado para deste ano. “Com esse corte, a Embrapa fica sem condições de concluir os trabalhos em 2020 e ninguém sabe como será em 2021”, alertou o deputado.

Ele disse que está trazendo o assunto a público, a partir de um pedido de socorro que recebeu através de documentos enviados por funcionários da Embrapa e instituições ligadas ao setor agropecuário. “Sem dúvidas é um problema grave, e buscaremos apoio para reverter essa situação o mais rápido possível”, prometeu. 

De acordo com o deputado, este corte irá impactar as pesquisas em curso, o cumprimento dos projetos e contratos firmados com o setor produtivo. “Os impactos deste corte serão sentidos, em longo prazo, e colocará em risco a vida de rebanhos e de centenas de experimentos em campo, que contribuiriam para a manutenção da elevação do PIB agropecuário”, comentou. 

O deputado lembra ainda que este cancelamento desrespeita a decisão do Congresso Nacional que definiu o projeto de lei com as diretrizes para a execução da lei orçamentária. 

 

“Apesar do momento de cortes, o setor de pesquisa agropecuária não deveria ser atingido, já que entendemos que é de grande contribuição para o avanço do país. Essa é mais uma medida lamentável desse governo desastroso”, concluiu.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here