Frei - Gustavo Bezerra

“A mesa-diretora da Câmara dos Deputados já tem todos os pré-requisitos regimentais para instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), com objetivo de investigar a Operação Lava jato”. A afirmação é do deputado federal Frei Anastácio (PT/PB), um dos cinco paraibanos que fazem parte dos 177 parlamentares que assinaram o requerimento pedindo a CPI da Lava Jato.

O parlamentar afirma que tudo agora dependerá do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, determinar a instalação da CPI. “O requerimento foi protocolado na Secretaria Geral da Câmara desde o dia 11 deste mês. Está tudo dentro do que manda o Regimento Interno. Esperamos que o presidente da Casa determine a instalação da CPI. Só assim, todas as dúvidas em relação à atuação da Lava Jato serão dirimidas e os culpados punidos”, disse o deputado.

O objetivo da CPI é investigar “a violação dos princípios constitucionais e do Estado Democrático de Direito, em razão da suposta articulação entre os Membros da Procuradoria da República no Paraná e o então Juiz Sergio Moro da 13ª Vara Federal de Curitiba, tornada pública pelo site The Intercept no mês de junho do corrente ano”.

Punir os culpados

O parlamentar afirmou que diante de tantas revelações feitas pelo site The Intercept, sobre como infringiram a legislação para condenar Lula, é preciso que essa CPI seja instalada com urgência. “Com a CPI, irão surgir muito mais revelações sobre a atuação da Lava Jato. Além disso, a CPI terá acesso a todo o conteúdo que o site possui com as conversas e atuação dos procuradores. Essa Lava Jato tem que ser passada a limpo, e quem agiu atropelando a legislação tem que ser punido”, disse.

Os cinco deputados federais paraibanos, entre os 177 parlamentares, que assinaram o Requerimento solicitado a CPI da Lava Jato são: Aguinaldo Ribeiro (PP), Damião Feliciano (DEM), Frei Anastácio (PT), Gervásio Maia (PSB) e Wellington Roberto (PR).

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your name here

Please enter your comment!