Frei Anastácio - Gabriel Paiva

O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) acusa Bolsonaro de promover mais um golpe contra os pobres, atingindo o Sistema Único de Assistência Social (SUAS), com corte de 40% no orçamento destinado aos programas de assistência social.

“O golpe aconteceu no final de dezembro, bem perto do Natal, com a publicação no Diário Oficial da União com corte de 40% do orçamento destinado aos órgãos que prestam assistência social no país. Isso prejudica milhões de brasileiros que já estão sentindo os efeitos dos cortes”, disse o deputado.

Moradores de rua e abrigo de idosos

Segundo Frei Anastácio, entre os programas prejudicados estão os Centros de Referência de Assistência Social (Os CRAS), o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), os abrigos para idosos carentes e moradores de ruas. Frei Anastácio está entre os congressistas que fazem parte da Frente Parlamentar em Defesa do SUAS.

“Com mais esse ataque de Bolsonaro, o Sistema Único de Assistência Social (SUAS), entra para a lista de conquistas importantes que aos poucos estão sendo destruídas por esse governo”, lamentou o parlamentar.

O congressista disse ainda que retirar quase 40% da verba destinada aos programas que dão assistência aos mais pobres e vulneráveis é mais uma covardia de Bolsonaro. “Ele quer ver o pobre rastejando, se humilhando pelas ruas, pedindo esmolas. Isso que o governo fascista está fazendo é um crime”, afirmou o deputado.

Segundo o deputado, esta é apenas a confirmação daquilo que já se desconfiava: “Bolsonaro não se preocupa com os Direitos Humanos, ou com os direitos dos que mais precisam. Esse não é o primeiro e nem será o último golpe dado por Bolsonaro. Por isso, é urgente que combatamos estes ataques que o Governo Bolsonaro tem feito com a população mais vulnerável do nosso país”, concluiu Frei Anastácio.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here