“O Brasil, mais uma vez, viu o Supremo Tribunal Federal (STF) fazendo justiça em relação às condenações de Lula, com o placar de 7 x 4 pela suspeição do ex-juiz Sérgio Moro. Agora se coloca  um ponto final sobre a suspeição do ex-juiz. Esse ex-juiz deve agora ser condenado e preso por tudo que ele fez, usando o nome da justiça brasileira”.

A declaração é do deputado federal Frei Anastácio (PT/PB), ao comentar a decisão da sessão do STF, que considerou o ex-juiz Sérgio Moro suspeito nas condenações de Lula.  “Essa decisão reforça ainda mais, a certeza da trama montada para condenar Lula. Esse ex-juiz é tão  criminoso que nem o genocida Bolsonaro,  que ele ajudou a eleger com as falcatruas, o quis mais no governo”, afirmou o deputado.

Frei Anastácio ressaltou que tudo foi muito claro. “Depois de conseguir tirar Lula da disputa e ajudar a eleger Bolsonaro, Moro foi nomeado ministro da Justiça. Foi a sua recompensa pela farsa montada. Isso depois do então juiz ter condenado Lula, confiscado os bens dele, causado terror ao ponto de contribuir até com a morte de dona Mariza, e deixar Lula, injustamente, 580 dias na cadeia. Moro tem que pagar por isso”, disse.

Esperança para o Brasil

O deputado disse ainda que Lula está elegível e é a única esperança do povo, em relação ao Brasil. “Se Lula estivesse na presidência, como estava desenhado nas eleições de 2018, o Brasil não estaria nessa situação com mais de 380 mil mortes pela pandemia, não teria essa retirada absurda de direitos dos trabalhadores, não haveria um meio ambiente sofrendo tanto e, com certeza, teríamos vacina para todos. É esse Brasil que o povo espera”, concluiu.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here