O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) repudiou mais uma ação, tomada pelo presidente Bolsonaro, para tentar esconder da nação medidas negativas que trazem prejuízos ao povo. “Bolsonaro agora quer esconder o banho de veneno que está dando no Brasil, com o Decreto 10.833, publicado no Diário Oficial, que proíbe a divulgação da liberação de novas marcas de agrotóxicos liberadas no país”, informou.

O parlamentar anunciou que a bancada do PT já elaborou um Projeto de Decreto Legislativo (PDL) para derrubar o decreto. “Eu também assinei o projeto porque acho um absurdo, um crime esse decreto do presidente. Esse decreto é uma prova de que o próprio Bolsonaro está consciente do absurdo que está fazendo, por isso quer esconder a liberação desenfreada de veneno”, disse o deputado.

O parlamentar relata que ações como essas que Bolsonaro vem tomando, são típicas de governos autoritários, fascistas e em ditaduras. “Bolsonaro já criou orçamento secreto com bilhões de reais para seus aliados, decretou sigilo nos gastos do cartão corporativo e, entre outras coisas, ele determinou segredo de 100 anos até sobre a entrada dos filhos no Palácio do Planalto. Que presidente é esse, que esconde situações públicas da nação?”, indagou.

Frei Anastácio argumentou que no caso desse sigilo sobre liberação de veneno no Brasil, Bolsonaro está cometendo um crime contra o povo e o meio ambiente. “Isso é um crime, esconder do povo brasileiro e do mundo as novas marcas de veneno que passam a entrar no mercado brasileiro. É um atentado contra a saúde humana e do meio ambiente”, apontou.

Campeão em veneno

O deputado afirmou que em menos de três anos de governo, Bolsonaro já é o presidente do Brasil campeão em liberação de veneno. Desde que assumiu o Governo, Bolsonaro já autorizou, até setembro de 2021, 1.282 novos tipos de venenos para comercialização no Brasil. “O número representa quase a metade de todas as marcas em circulação no país”, disse o deputado.

O parlamentar anunciou que para tentar derrubar esse decreto autoritário de Bolsonaro, a bancada do PT apresentará na Câmara, um Projeto de Decreto Legislativo (PDL). “A população tem o direito de saber sobre as ameaças e perigos que vêm através do veneno liberado por Bolsonaro, ou qualquer outro presidente que assumir o país a partir de 2022”, concluiu.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here