O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) disse que a derrota da Proposta de Emenda à Constituição, PEC do voto impresso, mostrou ao presidente da república que a Câmara não está nas mãos dele. “Foi mais uma derrota de Bolsonaro que vinha ameaçando não ter eleições no Brasil se não tivesse voto impresso. Venceu a democracia que saiu fortalecida”, disse o deputado. 

Frei Anastácio destacou que a maioria entendeu que o atual sistema de urnas eletrônicas é seguro, e não há nenhuma prova de fraudes nas urnas eletrônicas.  “Na verdade, o que Bolsonaro queria com essa PEC era desviar a atenção do Brasil, dos desmandos do seu governo e continuar depreciando o sistema eleitoral do Brasil, caso a PEC tivesse sido aprovada”, disse o deputado.

O parlamentar disse ainda que a Câmara derrubou mais uma mentira de Bolsonaro, que mobilizou seus seguidores com  fake News de que tinha provas de fraudes nas urnas eletrônicas. “A Câmara desmascarou mais uma vez esse governo da mentira. Sites de verificação de notícias falsas contabilizaram, até o dia 9 deste mês, 3.590 mentiras proferidas por Bolsonaro, entre elas a mentira sobre as urnas eletrônicas. Ele se pauta na mentira para inflamar seus seguidores fanáticos. Isso é vergonhoso. O Brasil nunca assistiu atuação tão vergonhosa, pautada na notícia falsa, como agora”, disse.

Governo sem projeto para o país

O congressista argumentou ainda que a Câmara deveria estar discutindo e aprovando matérias de interesse da população que sofre. “O país tem 15 milhões de desempregados, milhões passando fome, quase 600 mil pessoas mortas pela covid e a Câmara parou tudo para votar PEC de voto impresso, simplesmente, porque o presidente agitou seus seguidores e fez até desfile de tanques de guerra para intimidar o Congresso Nacional”, disse.

Frei Anastácio enfatizou que Bolsonaro é um gestor que não tem nenhum projeto de governo e pauta sua gestão em bravatas. “Ele sempre tem uma bravata que escolhe como tema para falar no cercadinho e nas redes sociais. É uma estratégia para alimentar os seguidores e provocar confusão pelo país afora. É um governo fracassado que já procura motivos para fazer confusão sobre os resultados das eleições de 2022, quando ele será derrotado, como mostram as pesquisas. Ele sabe disso e está preparando seus fanáticos, assim como fez Donald Trump, nos Estados Unidos. Mas, a democracia prevalecerá”, afirmou.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here