O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) afirmou que apoia o pedido feito pelos governadores do Nordeste ao Governo Federal, para zerar a fila de famílias que estão na fila do programa Bolsa Família à espera do benefício. “Já são 2,4 milhões de famílias esperando a boa vontade do governo. Isso representa 10 milhões de pessoas que precisam dessa ajuda para sobreviver”, disse o deputado.

O parlamentar informou que os dados sobre a fila de espera no Programa Bolsa Família foram levantados pela Câmara Temática da Assistência Social do Consórcio Nordeste. “O mais revoltante é que todas essas famílias possuem todos os pré-requisitos exigidos para receber o benefício, mas não são atendidas pelo governo Bolsonaro. Só na Paraíba, são mais de 70 mil famílias nessa situação”, afirmou o deputado.

Fome aumenta no Nordeste

O deputado destacou que na Região Nordeste, a situação dessas famílias em situação vulnerável piorou. “No Nordeste, o número de famílias à espera do Programa aumentou 25%. Isso representa 881.700 famílias. Mas, Bolsonaro quer usar essa situação apenas para se beneficiar politicamente e não tem pressa para atender às famílias”, afirmou.

O parlamentar alertou que a situação da fome poderá aumentar ainda mais, com o fim do auxílio emergencial, a partir do próximo mês. “Mesmo com valor reduzido por Bolsonaro, o auxílio é a única renda da qual 20 milhões de brasileiros e brasileiras dependem para ir sobrevivendo diante da miséria em que o país se encontra. Por tanto, o Governo Federal precisa agir para socorrer essas pessoas que estão sofrendo muito”, apelou.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here