Frei Anastácio diz que mascaras de golpistas começam a cair

Frei Anastácio Plenário 3O deputado estadual Frei Anastácio (PT) disse hoje, (24), na Assembleia Legislativa da Paraíba, que o golpe contra o PT estava montado há muito tempo e que com as gravações reveladas, ontem (23), pelo Jornal Folha de São Paulo, os golpistas foram desmascarados.

“Tudo estava planejado para derrubar o governo do PT e a verdade está aparecendo. A máscara de Temer e seus aliados está caindo, e toda população brasileira já está vendo a trama por trás desse golpe”, afirmou o parlamentar.

Após a divulgação das gravações entre o atual ministro do Planejamento, Romero Juca (PMDB), e o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, o governo Temer teve sua primeira baixa, com a exoneração de Juca. “Ele sabia que a operação Lava Jato chegaria aos verdadeiros operadores de toda essa corrupção e, por isso, o setor empresarial da imprensa, o judiciário e políticos queriam tirar o PT do governo e estancar a operação, como foi dito na gravação”, ressaltou Frei Anastácio.

Frei Anastácio lamenta assassinato de policial

Frei Anastácio também usou a tribuna para  lamentar a morte de mais um policial, na Paraíba, provocada pelo stress no trânsito. A vítima foi o escrivão da Polícia Civil, Waldir Ponce de Leon. “Aqui, fica meu pêsames a família do policial e para toda corporação”, frisou o deputado.

Segundo o parlamentar, muitas das obras de mobilidade de João Pessoa não estão surtindo efeito e isso provoca um caos no trânsito, principalmente, nas horas de pico de tráfego, causando além dos transtornos, desentendimento entre cidadãos e cidadãs.

“Precisamos adotar nesta casa uma campanha sobre a violência no trânsito, e lembrar que uma vida é mais importante do que um espaço nas ruas. Quero dizer aos familiares de De Leon,que a Comissão de Direitos Humanos desta casa está a disposição. Se precisar de alguma ajuda, pode nos procurar”, garantiu Frei Anastácio.

Tijolinho vermelhoProvidências para ocupações de sem teto

O deputado também informou que realizou visitas, sexta feira (20), a duas ocupações de sem teto, em  João Pessoa, para verificar as condições em que se encontram as pessoas que estão nelas. Para Frei Anastácio, a questão da moradia ainda é um problema social grave, acentuado nos grandes centros urbanos e que com os programas sociais habitacionais ameaçados de acabar, preocupa a todos.

“Vimos aqui no Centro, a ocupação do Tijolinho Vermelho, no antigo Hotel Tropicana, com 80 famílias vivendo em condições precárias, sem assistência de nada, nem saúde e muito menos social”, relatou o parlamentar.

Outra coisa que chamou a atenção do parlamentar foi a grande quantidade de lixo, esgoto e infiltrações no prédio do Tijolinho. “As famílias chegam até a enfrentar riscos de morte, já que a estrutura do prédio está comprometida, desde a ocupação, que aconteceu há uns três anos”, alertou.

Na segunda visita realizada, o parlamentar foi para o bairro de Cruz das Armas onde cerca de trinta e sete famílias vivem nos galpões do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT), em condições lastimáveis, também sem assistência da prefeitura. “Lá, são 37 famílias vivendo em condições desumanas, em pequenos espaços com cinco ou mais pessoas”, explicou Frei Anastácio.

O parlamentar informou que irá enviar ofícios para a Secretaria de Saúde do município, para enviar uma equipe  para dar assistência às pessoas dessas ocupações. Além disso, solicitará da Prefeitura informações sobre a entrega das casas prometidas para as famílias. “Iremos ainda solicitar cestas básicas à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), para as famílias que estão em dificuldades, até que as moradias sejam entregues”, afirmou.

Leia também