Frei Anastácio diz que promotores usaram denuncias arquivadas para tentar denegrir o PT

O deputado estadual Frei Anastácio (PT) disse, hoje (20), no plenário da Assembleia Legislativa, que todas as denúncias feitas pelos promotores federais, durante entrevista coletiva,na semana passada contra Lula, foram requentadas. “Isso foi denunciado pela Folha de São Paulo, mostrando que tudo não passou de informações de uma delação premiada que já estava arquivada.Por tanto,tudo ali foi um “circo armado” para denegrir  imagem de Lula e do PT.

De acordo com o deputado,eles sabem que se Lula voltar, irá fazer com que o Brasil retome o crescimento de forma inclusiva e participativa. “Diante daquele circo midiático que os procuradores armaram, o Ministério Público Federal deve desculpas a Lula e sua família”, disse o parlamentar.

Para Frei Anastácio, essa é uma tentativa de ampliar o golpe que foi dado contra a democracia com a saída de Dilma Rousseff tentando atingir a integridade de Lula, que já declarou que estará disputando as eleições presidenciais de 2018. O petista ainda disse que a apresentação foi no mínimo, ridícula e que não apresentaram uma prova sequer, apenas convicção, caindo como piada nas redes sociais.

Ele disse que os advogados de Lula  entraram com ação no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) pedindo apuração do que os procuradores fizeram. “Esperamos que o Conselho salve a reputação do Ministério Público punindo essa ação nefasta dos procuradores que acham que podem tudo, até mesmo sem o amparo das provas”, declarou o deputado.

 

Leia também