O deputado federal Frei Anastácio disse que o pronunciamento feito, ontem (7), pelo ex-presidente Lula, pela passagem do Dia da Independência do Brasil, trouxe muita esperança para o coração daqueles e daquelas que acreditam que o país voltará a ser de todos de novo.

 “Foi um pronunciamento de um estadista preocupado com o bem-estar da nação. As posições claras, patrióticas e maduras de Lula são capazes de reacender as chamas da esperança das classes trabalhadoras e de todos e todas que estão sendo oprimidos pelo governo Bolsonaro, com sua política demolidora”, disse o deputado.

Discurso militar

Frei Anastácio destacou que enquanto Lula fez um discurso que refletiu as cores da bandeira, os sentimentos étnicos, culturais, trabalhistas e humanitários, Bolsonaro fez um pronunciamento militarizado para a nação exaltando o golpe de 1964.

“O Presidente fez uma relação entre o Grito do Ipiranga, a participação do exército brasileiro na segunda guerra mundial e o golpe de 1964, como ações necessárias para manter a democracia. Ora, o golpe de 64 privou o Brasil de democracia. E ao citar o golpe como uma ação positiva e necessária, Bolsonaro deixa uma mensagem nada animadora para quem defende a democracia no Brasil”, disse Frei Anastácio.

Lula traz esperança

O petista relata que ao assistir ao pronunciamento de Lula, é possível ver um Brasil totalmente diferente que ainda pode ser reconquistado. “O povo brasileiro saberá a hora certa de promover essa mudança, com quem quer resgatar o Brasil para todos, de novo”, disse.

O congressista destacou que Lula, durante todo o pronunciamento, mostrou o que era o Brasil, no governo do PT, o que é agora com Bolsonaro, e o que poderá voltar a ser com a força do povo. “Eu destaco o seguinte trecho do discurso de Lula, como esperança e luz para a nação”, afirmou.

Lula: “No isolamento da quarentena tenho refletido muito sobre o Brasil e sobre mim mesmo, sobre meus erros e acertos e sobre o papel que ainda pode me caber na luta do nosso povo por melhores condições de vida. Decidi me concentrar, ao lado de vocês, na reconstrução do Brasil como Nação independente, com instituições democráticas, sem privilégios oligárquicos e autoritários. Um verdadeiro Estado Democrático e de Direito, com fundamento na soberania popular. Uma Nação voltada para a igualdade e o pluralismo. Uma Nação inserida numa nova ordem internacional baseada no multilateralismo, na cooperação e na democracia, integrada na América do Sul e solidária com outras nações em desenvolvimento. O Brasil que quero reconstruir com vocês é uma Nação comprometida com a libertação do nosso povo, dos trabalhadores e dos excluídos”.

 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here