O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) afirmou que a decisão do ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, de derrubar a portaria que garantia cotas para negros, índios e pessoas com deficiência em cursos de pós-graduação, é mais um ataque de ódio do governo Bolsonaro contra as minorias.

“Estamos acompanhando uma série de direitos já conquistados sendo retirados. Infelizmente, esta tem sido uma característica desse Governo. Dessa vez, lamentamos a perda das cotas que é uma ferramenta importantíssima na luta pela inclusão e por reparação histórica”, comentou Frei Anastácio.

Ódio e maldade

O parlamentar disse ainda que a decisão é tão mesquinha, que sequer houve uma justificativa para a revogação da portaria, vigente desde 2016. “É pura maldade, é puro ódio desse governo contra as minorias”, disse.

Frei Anastácio afirmou ainda que essa foi mais uma decisão tomada por esse governo, que só fez retirar direitos do povo desde que assumiu o poder. Mas, segundo o deputado, as universidades possuem autonomia para manter as cotas.

  “O Governo Bolsonaro sempre mostrou ser desfavorável às políticas que ampliam as oportunidades para as categorias que costumam ter menos oportunidades nas Universidades, por vários fatores. Mas estamos na luta para que medidas como esta deixem de ser comuns e para que o povo volte a ter mais oportunidades. Vamos pressionar o governo para que as cotas sejam restabelecidas”, concluiu Frei Anastácio.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here