Foto-Gabriel-Paiva-Frei1

O deputado Federal Frei Anastácio (PT/PB), membro da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, disse em nota que o empresário Roberto Cavalcanti foi muito infeliz ao sugerir apedrejamento para profissionais de imprensa que divulgam mortes pela Covid19.

O parlamentar afirmou que sempre conheceu o empresário como uma ser gentil e solidário com as pessoas, e que ele deveria  ir a público  pedir desculpas pelo que disse contra os profissionais de imprensa, principalmente por ser um empresário da área de comunicação.

Nota

Na condição de deputado federal, membro da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, acosto-me ao sentimento de todos os profissionais de imprensa e entidades de classes que se sentiram agredidos pelas declarações do empresário Roberto Cavalcanti, que sentenciou apedrejamento para quem divulga mortes por Covid/19, durante entrevista no programa Correio Debate, da rádio 98-FM, no dia 14 de maio.

Sensacionalismo à parte, o que a mídia está fazendo é uma grande prestação de serviços. Em plena pandemia, transmitir informações sobre mortes pela Covid/19, é um dever de todos que fazem o bom jornalismo. Vivemos um momento de dor e sofrimento no mundo inteiro, e isso jamais poderia ser ignorado, nem tampouco minimizado pela mídia.

Em minha opinião, Roberto Cavalcante como um ser humano que sempre se apresentou de forma gentil e solidária com as pessoas, deveria ir a público pedir desculpas pelo que disse, principalmente por ser um empresário da comunicação.

A declaração dele foi muito infeliz, sobretudo, num momento no qual os profissionais de imprensa também estão expostos aos riscos de contaminação pelo Coronavírus, diante da missão de bem informar.

Frei Anastácio Ribeiro – Deputado Federal- PT/PB

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here