O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) acusou  Bolsonaro de cometer mais uma desumanidade com mais um ataque cruel contra o povo, em plena pandemia, ao vetar integralmente o Projeto de Lei (PL) 827/2020, aprovado pelo Congresso Nacional, que proibia despejos e remoções forçadas até 31 de dezembro deste ano, e deixa cerca de 85 mil famílias em risco.

O parlamentar explicou que o veto atinge imóveis urbanos públicos e particulares. “Antes disso, Bolsonaro já havia vetado proposta que protegia a população do campo. Agora, com esse veto ele deixa todos desprotegidos. Além de contribuir com o agravamento da pandemia com o negacionismo, que já causou mais de 600 mil mortes, Bolsonaro também não tem preocupação com as famílias que estão na iminência de ficar sem moradia. Ele é mesmo um genocida destruidor e sem coração”, acusou.

O parlamentar argumentou que Bolsonaro não tem sensibilidade em relação à situação das pessoas que perderam empregos, que adoeceram de covid, ou que perderam alguém da família que garantia as despesas familiares e ficaram sem condições de pagar aluguel, ou arcar com algum outro tipo de despesa.

“Faço um apelo aos colegas deputados e senadores, para que possamos derrubar esse veto criminoso de Bolsonaro. O Congresso  Nacional aprovou esse projeto e fez sua parte em defesa do povo. Agora, tem a obrigação de completar a missão derrubando o veto. Temos a obrigação de mostrar que estamos no parlamento para defender ao povo, e não aos caprichos repressores de Bolsonaro”, disse.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here